A espera...

>> terça-feira, 29 de setembro de 2009

A espera é a pior das sensações humanas... a espera empurra-nos para o tédio, ansiedade, desespero...




A espera não tem posição física...podemos estar sentados no sofá, em pé numa fila, encostados a uma parede, o pé apoiado num degrau, caminhando na rua...

Não interessa porque a espera está aos nossos ombros, dorme conosco, levanta-se também de manhã, respira o nosso ar, nos consome durante o dia...


Não interessa também a sua forma. Podemos esperar pela casa nova, pelo tal telefonema, esperar à porta por alguém,




esperar pelo melhor, pelo pior, esperar para ser atendido num qualquer balcão,

esperar pelo momento certo, esperar para alcançar, esperar pelo inevitável.


A espera não tem duração.


Esperamos anos pelos sonhos,

esperamos meses pela resposta positiva,

esperamos semanas pelo resultado,


esperamos dias para saber sim ou não,



esperamos minutos para qualquer coisa importante ou não, como o tempo que demora a aquecer a água para o chá.


Não interessa.



E mesmo que o que esperamos não tarde a chegar e seja o bom em vez do mau, é a espera, os momentos antes, que nos matam, que nos atiram a vida para os lados da inércia



É assim a espera, a vil espera (Mafalda Veiga e João Pedro Pais )

Este é um momento meu, por isso quis postar, mas de uma maneira que não fosse tão tediante.

8 comentários:

Fala mãe! 30 de setembro de 2009 06:55  

Lindas fotos, espero que consiga logo aquilo que espera com tanta ansiedade!beijos

BLOG DO JULIANO 30 de setembro de 2009 11:51  

adorei a mensagem e me identifiquei plenamente, um forte abraço! Adoro suas postagens, elas nunca serão tediantes para mim!Forte abraço!!!

Rosi 30 de setembro de 2009 13:57  

Cintya obrigado pela visita e pode deixar q se a espera for positiva irei postar.
Bjs

Rosi 30 de setembro de 2009 13:58  

Juliano obrigado pelo carinho vc é um doce de pessoa.
bjs

Paulo Tamburro 30 de setembro de 2009 16:30  

Rosimara Nauck," tão tediante",disseramm os autores do texto.

Absolutamente, foi esfuziante, alegre, criativo e muito, comunicativo, pois suas fotos transformaram toda a estória e ela ficou suave e muito bonita.

Sabe Rosimara, o carioca acha que tem que, ao invés de esperar, "correr atrás", eu já penso diferente, acho que devemos "correr na frente", mas este "esperar" do texto pode se tornar inevitável.

Tenho blogs de humor - o qual espero contar com sua honrosa presença - e costumo dizer que algumas esperas são inevitáveis, por mais que você corra na frente(rs).

Exemplo: A mulher tem que esperar até nove meses para dar a luz, a este milagre contínuo da natureza:o seu filho!

Nós temos que esperar abrir a porta do banco, pois,se tentarmos abrir antes, seremos presos, inexoravelmente, como assaltantes.

Não há outra saída para quem mora em São Paulo capital, por exemplo, esperar mais de 5 ou 6 horas na estrada para pegar uma praiazinha, no feriadão. Tem que esperar.

Para nós que moramos no Rio, vivemos esperando que as tais balas perdidas, encontrem as paredes e não , nossas cabeças. Realmente, só podemos esperar.

Sem nenhum preconceito contra a opção sexual de ninguém, mas só podemos esperar que a cada ano, menos milhares de gays desfilem naquelas infindáveis paradas alegres e coloridas. As mulheres, principalmente, pois homem segundo elas está virando coisa rara.Concorda?

Enfim, gostei realmente do seu blog e adoro Floripa, já comi muita tainha e camarão por aí.

É um lugar de belezas naturais e mulheres lindíssimas, não necessariamente nesta ordem(rs)

Serei seu seguidor.

Um abração.

Paulo Tamburro 30 de setembro de 2009 16:40  

Desculpe,ROSI, mas esqueci de dizer que espero sinceramente, que esta CHAVE que é o simbolo do MEU PERFIL, abra a porta da vida que você espera,e certamente merece.

Fique com Deus!

Fabiano Mayrink 30 de setembro de 2009 17:09  

Ja me diseram isso algumas vezes, mais nao sei, vamos ver daqui a algum tempo quem sabe, aqui em minha cidade nao tem facul de decoraçao de interiores e é um curso bem caro acredito, faço biologia pois tambem gosto, vamos ver no futuro... A criatividade acho que erdei de minha mãe ela era hiper criativa tambem ate mais que eu!...

Rosi 30 de setembro de 2009 21:24  

Paulo fico feliz em saber que tenho pessoas q m acompanham, sinceras, realistas, inteligentes, como vc. O post tá relacionado c minha profissão e como vc disse no momento o correr atrás é impossível, por isso minha ansiedade, e como queria postar esse meu momento, mas não queria nada dramático, achei este e pensei q ilustrando um pouco não ficaria uma coisa pessimista...rsrrs
Vc é bem vindo apareça qdo quiser.
Amo Rio, seria minha segunda cidade morar.
Bjs