É primaveeeera....

>> terça-feira, 22 de setembro de 2009

Trago esta rosa para te dar....Trago esta rosa para te dar...meu amor




Hoje o céu está tão lindo....



Cai Chuva... quem não lembra Tim Maia !!!


Já estamos nela, e aqui cai chuva mesmo, mas o que importa são elas as protagonistas, de todos os tipos,





e todas as cores,

vejo...



e sinto flores em tudo...


amo elas....



adoraria estar aqui neste lugarzinho... he he



e mesmo virtualmente ofereco está florzinha,


Para todos que por aqui passarem!

5 comentários:

Luis Gustavo 23 de setembro de 2009 03:14  

Rose sinceramente seu comentário me deixou super feliz... criei esse roteiro com mais quatro meninas e a idéia inicial do roteiro foi uma crônica de Clarice Lispector onde ela faz comparações de seres humanos com baratas. Porem a idéia não parou por ai, surgiu de uma das garotas um anseio da protagonista que não permitia que ela saísse de casa, mas a proposta principal era pelo fluxo de movimento estar tão grande que não possibilitava ela sair. Como um bom contra regra falei que só poderíamos gravar essa cena em São Paulo se parássemos as principais avenidas para as filmagens (e de preferência lotada de carros vazios).
Depois de explorar esse caos que a minha colega de trabalho estava questionando, cheguei a conclusão que o problema de sair de casa é mais interno do que externo. Imagine se a cidade inteira parasse pelo transito, porem somos praticamente mãos de obra escrava, acha que alguém deixaria de ir trabalhar? Tenho certeza que não, todos tentariam ir a pé, lembrariam que em casa tem os filhos para comer e isso já é motivação o suficiente para agüentar a dura jornada.
Porem se o psicológico da pessoa estiver angustiado e a rotina, o cotidiano a sufoca – O surto desta pessoa será renegar sem mais nem menos sua rotina – Vou alem, e por mais que seu desespero não permita que volte a sua vidinha, seu lado humano vai querer uma ocupação, seu ego precisara de um orgulho. Somos muito funcional, mas quando perceber isso, que não pode abandonar isso por que é humano e classificável. Adeus, ou vai vira artista, ou louco ou cadaver.

Beijo.

Luis Gustavo 23 de setembro de 2009 03:16  

Acho flores incriveis e tbm vejo flores em tudo...

É primavera te amo
meu amor
trago essa ros
para te dar
meu amor
Hoje o céu
esta tão lindo
cai chuva.

Tim.


;*

Rosi 23 de setembro de 2009 13:18  

É Luís na vida é assim ou vc acompanha literalmente a loucura do dia a dia, levando menos a sério a vida, brincando, descontraíndo, falando bobagens, ou vc se torna o protagonista da sua própria loucura, ou como vc disse cadaver...
bjs

CoisasdeMaria 25 de setembro de 2009 21:13  

Obrigada, uma flor para vc tb.

Bjosss